BELEZA – Vaidade ou Escravidão

BELEZA – Vaidade ou Escravidão

A busca pela forma perfeita alavancou a área estética e a indústria cosmética, trazendo diversos benefícios tecnológicos para o embelezamento corporal e facial.

Visualizam-se imagens perfeitas na televisão, revistas, outdoor, em todos os meios de comunicação. A indústria criou neste novo século um padrão de beleza incompatível com a realidade para muitos, onde uma boa impressão visual é cobrada. Uma boa alimentação e tempo para dedicação em cuidados pessoais estão escassos. As pessoas que estão no mercado profissional, alimentam-se mal com as variedades de comidas prontas e rápidas industrializadas, perdendo tempo e energia se locomovendo para todos os lados, em trânsitos e divertimentos pouco saudáveis.

A busca pela perfeição corporal e facial induz as pessoas a recorrerem a diversos procedimentos estéticos, como cirurgias plásticas, produtos cosméticos e farmacêuticos, até milagrosos equipamentos.

No mundo moderno a ansiedade de fazer parte do grupo de imagem ideal, as pessoas desenvolveram distúrbios psicológicos. Com receio de engordarem algumas pessoas induzem o vômito (bulimia) e deixam de se alimentarem rigidamente atingindo um quadro de anorexia.

O que ocorre é que as pessoas estão sem referencial estético, idealizando imagens criadas muitas vezes pelo mercado, com interesse de desenvolver novos consumidores, onde certas cirurgias ou estilos de roupas são momentâneos e criados para vender sucesso.

Muitas pessoas acreditam que para atingirem uma melhor posição profissional tem que estarem impecáveis no padrão imposto, esquecendo-se do seu estilo próprio e características pessoais.

Estilo cada um tem o seu, sendo a soma do todo, englobando o estético e o comportamental, expressando a identidade visual individual, deixando marcada essa pessoa em suas características.

As pessoas sacrificam-se fisicamente para obter esses resultados estéticos, muitas vezes lesando o corpo, além dos problemas psicológicos que essas pessoas adquirem que são diversos, deis de uma ansiedade até depressões profundas, evitando o mundo e trazendo problemas futuros.

O desejo de serem belas ou adequadas com as tendências fazem-nas buscarem imagens opostas do que são incorporando personagens, impondo-se de forma artificial e submetendo-se a situações de riscos.

O estilo pessoal é único, cada pessoa é constituída pela mistura de características pessoais, físicas, comportamentais, intelectuais, etc.

O Visagismo é um conceito porque faz a pessoa sair de um padrão, personalizando a Imagem visual com a personalidade e o estilo pessoal, que são revelados em leituras individuais extraídas durante a consultoria Visagista.

O estilo é composto por diversos detalhes e gostos pessoais, sendo aprimorados no trabalho de adequação da imagem desenvolvido por um CONSULTOR VISAGISTA.

FONTE: www.flavyohamos.com.br

Rodrigo Banqueri

Visagista/Hair Stylist. Graduado pela Anhembi Morumbi-Visagismo e Terapia Capilar - Pós Graduado pela Oswaldo Cruz-Tricologia Cosmética - SENAC-Hair Stylist .

Leave a Reply